Diferença RS232 e RS485 - casos de uso e tecnologia


Uma porta serial é uma interface de comunicação sobre a qual a comunicação serial pode ocorrer. Em computadores compatíveis com IBM, eles geralmente são chamados de portas COM. Eles permitem que dispositivos externos que transmitem dados em série sejam conectados a um computador host e permitem a comunicação bidirecional entre o host e o dispositivo.

Índice:

  1. O que é o protocolo RS232?
  2. O que é o protocolo RS485?
  3. Qual é a diferença entre a porta serial RS232 e RS485?
  4. Onde é usado o protocolo de transferência de dados seriais?
  5. Tecnologia de software em comunicação serial:

O que é o protocolo RS232?


A interface RS232 ou TIA/EIA-232 é um protocolo de transferência de dados projetado para controlar a comunicação serial. É usado para organizar os dados que fluem de um equipamento de terminal de dados (DTE) como um terminal ou transmissor para um receptor ou outro tipo de equipamento de comunicação de dados (DCE).

A distância entre os dispositivos afeta diretamente a velocidade da comunicação. A comunicação serial pode ser estabelecida no modo full-duplex ou half-duplex. O full-duplex permite que os dados sejam enviados e recebidos simultaneamente, usando diferentes fios para transmissão e recepção. Em uma implementação half-duplex, uma única linha é usada para transmitir e receber dados, resultando em uma operação mais limitada. O half-duplex pode ser configurado para transmitir ou receber dados, mas não os dois ao mesmo tempo.

O que é o protocolo RS485?


A interface serial mais amplamente usada na indústria é a protocolo RS485 ou EIA-485. Possui uma grande vantagem sobre as interfaces RS232. Através do uso da topologia multiponto, vários receptores e transmissores podem ser conectados. A transmissão de dados é feita usando sinais diferenciais para maior consistência.

São possíveis dois tipos de comunicação RS485:

  • As interfaces RS485 com 2 contatos operam no modo half-duplex, enviando ou recebendo dados exclusivamente de uma vez.
  • As interfaces RS485 também podem ter 4 contatos e, nesse caso, podem ser executadas no modo full-duplex. Quando usados dessa maneira, os dados podem ser transmitidos e recebidos simultaneamente.

Qual é a diferença entre as portas seriais RS232 e RS485?


RS232 e RS485 são dois padrões de transmissão elétrica existentes antes da introdução de computadores pessoais. Eles são empregados em interfaces que permitem a comunicação serial entre computadores e dispositivos periféricos. Enquanto ambos servem ao propósito de permitir a transmissão de dados seriais, os protocolos RS232 e RS485 apresentam algumas diferenças. Vamos ver onde esses protocolos diferem.

Diferenças RS232 vs RS485

A principal diferença entre as portas seriais RS232 e RS485 está em:


- Modo de operação
- Communication distance
- Níveis de tensão
- O número de contatos em uso, etc.

Então, vamos dar uma olhada nessas diferenças.

O número de fios - Um cabo RS232 é normalmente composto por 9 fios diferentes, embora em alguns conectores sejam utilizados 25 fios. Cada fio serve a uma finalidade distinta na transmissão de dados. Os cabos RS485 possuem apenas três fios, 2 para transmissão de dados e 1 para o terra.

Transmissão bidirecional - o RS232 é full-duplex, o que significa que ele pode transmitir dados nas duas direções, tanto no envio quanto no recebimento. Para obter comunicação duplex com o RS485, você precisa de outro conjunto de fios. O RS485 nativo é half-duplex, o que significa que só pode transmitir em uma direção por vez.

Tensão - RS485 usa tensões entre + 5V e -5V. A tensão recomendada para o RS232 é de + 12V a -12V e os sinais degradados para um valor tão baixo quanto 3V ainda podem ser entendidos.

Faixa - Existem diferenças significativas nos comprimentos dos cabos que podem ser usados com os protocolos RS232 e RS485. Os cabos RS232 geralmente são restritos a 15 pés de comprimento. Os cabos do RS485 podem se estender até 4.000 pés (1.200 m).

As diferenças nesses dois protocolos podem tornar uma solução mais favorável que a outra em determinadas aplicações. A existência de conversores RS232 para RS485 permite que os dois protocolos sejam usados juntos. Esses conversores geralmente funcionam em ambas as direções, permitindo conexões RS232 para RS485 e RS485 para RS232.

Onde é usado o protocolo de transferência de dados seriais?


A transferência de dados serial usando os protocolos RS232 ou RS485 não é mais o padrão para computadores de consumidor ou dispositivos periféricos eletrônicos, tendo sido substituída por USB e outros protocolos. A transmissão serial ainda é amplamente utilizada em sistemas industriais de monitoramento e embarcados e pode ser usada com conversores em máquinas equipadas com USB.

A transferência de dados serial usando os protocolos RS232 ou RS485 não é mais o padrão para computadores de consumidor ou dispositivos periféricos eletrônicos, tendo sido substituída por USB e outros protocolos. A transmissão serial ainda é amplamente utilizada em sistemas industriais de monitoramento e embarcados e pode ser usada com conversores em máquinas equipadas com USB.

Tecnologia de software usada na comunicação serial


Se você trabalha com interfaces e dispositivos seriais, pode precisar de algumas ferramentas de software para ajudá-lo no desempenho de suas tarefas. O software Eltima desenvolveu três aplicativos que facilitam o trabalho com dispositivos seriais e ampliam seus recursos.


Como emular uma porta serial no seu sistema


Virtual Serial Port Driver - Este utilitário de software permite criar um número ilimitado de pares de portas seriais virtuais que emulam e se comportam como se fossem portas COM físicas.

Virtual RS232 Port Driver
Experimente o Virtual RS232 Port Driver
Teste gratuito de 14 dias

A ferramenta não usa nenhuma das portas seriais reais e pode ser usada em máquinas que não possuem portas COM. As portas são recriadas após a reinicialização do sistema e a transferência de dados em velocidade mais alta é possível através das portas seriais virtuais que, ao usar as físicas. Esses são apenas alguns dos recursos desse aplicativo de software de porta serial dedicado.


Como acessar o dispositivo serial RS232/485 remoto


Serial to Ethernet Connector - Se você precisar acessar seus dispositivos seriais remotos pela rede, esse aplicativo é uma solução perfeita.

Serial to Ethernet Connector
Experimente o Serial to Ethernet Connector
Teste gratuito de 14 dias

Ele foi projetado para permitir que você compartilhe um número ilimitado de portas seriais físicas e virtuais em qualquer rede TCP/IP ou UDP/IP. Você pode criar qualquer número de portas virtuais e nomeá-las da maneira que desejar, e as portas seriais em rede podem ser usadas com máquinas virtuais. É uma solução completa para o problema de controlar e acessar dispositivos seriais remotos.


Como monitorar e analisar a atividade da porta serial


RS232 Analyzer - Aqui está uma ferramenta completa que foi desenvolvida para facilitar o monitoramento de portas seriais e é uma ferramenta indispensável para desenvolvedores de aplicativos seriais. Ele permite que você rastreie e analise os dados que fluem através de todas as suas portas seriais em um registro conveniente e permite que você veja os dados em vários modos de exibição. Você pode monitorar portas já abertas por outros aplicativos e emular o envio de dados para dispositivos seriais. Entre seus outros recursos, há uma opção de reprodução que permite enviar os mesmos dados várias vezes e comparar automaticamente os resultados e exibir diferenças.

RS232 Port Monitor
Experimente o COM Port Analyzer
Teste gratuito de 14 dias

Eltima tem uma vasta experiência no campo da comunicação serial e esses são aplicativos de software maduros. Se você trabalha com dispositivos e portas seriais, deve verificar como pode se beneficiar desses produtos.

Conclusões


Os cenários de comunicação que viajam por curtas distâncias que toleram baixas velocidades de transmissão são melhor atendidos pelo protocolo RS232. É simples e barato de implementar com componentes de estoque prontamente disponíveis, como UARTS, drivers e conectores disponíveis para a construção da interface. É possível obter taxas de dados de 2 a 3 Mbits/s para linhas de comprimento limitado. Os circuitos integrados que empregam interfaces RS232 podem usar uma única fonte de alimentação de 3,3 ou 5 V com a inclusão de uma bomba de carga e um conversor que forneçam tensões positivas e negativas.

O RS485 é mais adequado para comunicação de alta velocidade e longo alcance, onde a capacidade de implementar redes duplex é desejada. Como nas interfaces RS232, os componentes estão prontamente disponíveis para o design da interface. Os receptores e drivers em circuitos permitem mais de 32 quedas com taxas de dados que podem chegar a 40 Mbits/s. Você pode encontrar CIs compatíveis com o protocolo RS485 com conversores para fornecer tensões de alimentação duplas.

Virtual Serial Port Driver

Requisitos: Windows (32-bit e 64-bit): XP(só Standard)/2003(só Standard)/2008/ Vista/7/8/10, Windows Server 2012/2016/2019 , 5.5MB tamanho
Versão 9.0.575 (23/05/2019) Notas de versão
Categoria: Serial Port Software